A minha Campus Party Recife


Campus Party Recife 2012


O evento foi fantástico, acredito que só quem foi possa conseguir entender o que eu estou dizendo. Não vou aqui falar de todas as palestras incríveis que participei de todos as pessoas que conheci e de todos os momentos que vivenciei. Vou focar só no segundo dia, e nas coisas memoráveis que aconteceram comigo. Claro que não posso deixar de falar da palestra do americano Mike Comberiate da Nasa, que fez parecer como é fácil e divertido criar robores que podem ir para o espaço. O Politico e fundador do partido pirata da Suécia, que realmente empolgou e levantou a galera, porque ele luta por direitos da vida moderna, que nós estamos perdendo.

Mas o mais importante para mim foi o sábado. Tudo começou com uma excelente palestra sobre smartcities, as chamadas cidades inteligentes, apesar de o pessoal preferir ter cidadãos inteligentes, nada como pensar e criar cidades mais sustentáveis. Depois foi a palestra com vários podcasters, dentre eles O Jurandir Filho do RapaduraCast(www.cinemacomrapadura.com.br). 

Vou te dizer, depois de passar mais de dois anos, escutando os programas que esse conterrâneo de Fortaleza, sobre a beleza do cinema, posso dizer que fiquei impressionado. É estranho porque nunca tinha visto uma foto dele antes, mas a voz é inconfundível. Fiquei por cerca de uma hora depois da palestra conversando com ele sobre cinema, Batman, outros podcasters como o de Mauricio Saldanha. 

Foi um momento fantástico pra mim, podendo estar ali conversando com um cara que admiro muito e no final ainda apertar a mão dele. Mas claro, sempre pode ficar melhor. Já estava bem feliz e satisfeito mais ainda não tinha visto minha dupla de nerds preferidos. O Jovem Nerd e o Azagal do site www.jovemnerd.com.br , acompanho o trabalho deles a anos, escutando o nerdcast, assistindo o nerdeoffice e o nerdplayer. 
Dirigível do Sebrae


Depois de assistir a palestra da Bel Pesce a RockStar do empreendedorismos brasileiro, pude curtir um nerdfight com o jovem nerd, depois eles entrevistaram a Bel Pesce e aconteceu o improvável, o inesperado o inimaginável, tá bom, tá bom, vou contar. Na hora do sorteio do novo livro da NerdBooks Branca dos Mortos e os 7 Zumbis, chegamos a um dilema, como sortear? Então um nerd deu a ideia, pega os dois últimos números do crachá de entrada da campus party. Jovem Nerd então olhou para o crachá dele e disse: 37. Eram os dois últimos números da minha Identidade, eu e outro cara de repente estávamos no palco, na frente de mais de 400 pessoas e tendo a imagem sendo transmitida para alguns zilhões de internautas via streming. 

Vocês podem imaginar como foi surrealista, claro que tivemos que disputar de alguma forma, visto que eles só tinham um único livro. Foi ai que passei por uma leve humilhação pública, tive que escolher quem defender, e me foi dado 1 minuto e meio para isso. Escolhi o Jovem Nerd mas fiquei tão nervoso que não sabia direito o que dizer, no final perdi o livro mais ganhei o dia. Tirei foto com os dois, fui trolado pelo Azagal e tive uma experiência incrível de interagir com pessoas que admiro muito. Mas eu acredito que nada é tão bom que não possa melhorar. 

Jovem Nerd Rudolfh Bantim e Azagal


Meu amigo Mauricio Junior, queria tirar uma foto com Bel Pesce e fomos em busca da mesma. Um cara da organização disse que ela já tinha ido embora, e fomos tomar água, porque eu ainda estava nervoso com o que tinha acabado de acontecer. Mas, no modelo: que a sorte esteja com vocês. Descobrimos que a Bel ainda estava lá, autografando o seu livro. Corremos e claro, fomos barrados, não tinha mais vaga para mais ninguém. Mas no meu intimo eu guardava as palavras de Bel Pesce: “Persista, até você ter certeza tudo o que era possível”. A foto foi ficando distante, ela estava a dois metros de mim, mesmo assim parecia impossível. 

Eu não tinha papel para pegar um autografo, mas fiquei por ali esperando o melhor. De repente, do nada um dos caras entregou um cartão de visita e uma caneta pra ela. E eu lembrei que estava com meus cartões da inteligência. Mas do que depressa peguei o cartão e uma caneta, o cara quis me barrar dizendo que não era possível e eu falei, vai ser rapidinho, ele insistiu, eu insisti e entreguei para ela. 

Rudolfh Bantim e a Bel Pesce assinando meu cartão.


Ela perguntou meu nome, e colocou uma linda mensagem me desejando tudo de bom. No final eu ainda apertei a mão dela, com a certeza que ela ainda vai ser muito maior do que já é. Por falar nisso baixem o aplicativo da empresa dela http://lemon.com/ tem versões para iOS, Android e Windows Phone. Blue agradece! E sabe qual foi à primeira coisa que guardei na minha carteira virtual? O cartão assinado pela Bel Pesce.

Por isso que digo para vocês amiguinhos, “Nunca desistam dos seus sonhos!” Do lugar algum, de onde menos se espera, ele pode aparecer. Agarre essa oportunidade!

Rudolfh Bantim

Consultor QlikView e Blogueiro de tecnologia.

Um comentário:

  1. Good to know about your blog i have visit and i am very inspired from your ideas It will be interesting to see what we learn about the use of mobile phones in the coming years.

    Big Button Mobile Phones

    ResponderExcluir