Dados pré-pagos – uma revolução silenciosa!

BANDA LARGA PRÉ

                                                  Fonte:carloscastejon

Como tudo na vida, uma ação gera uma reação! E uma ação em cadeia? Uma mega reação, sem precedentes na história desse país! Ficou parecendo anuncio presidencial, mas não é, aguarde um pouco e vamos aos fatos.

- Temos os planos de voz e dados dos mais caros do mundo. Check!

- A carga tributaria é abusiva em telefonia, para não dizer no resto também. Check!

- Não importa o que aconteça brasileiro é social e quer se comunicar. Check!

- Nós temos fome de acesso à internet, para se manter conectado com as pessoas que gostamos ou simplesmente para nos manter informados. Check!

- As operadoras querem novos clientes, está muito caro ficarem dando aparelho para os super clientes, e dar aparelho e bônus para voz já virou guerra de ninguém. Check!

Nesse cenário, o que aconteceu? A Tim, que era uma operadora elitista, pelo menos a meu ver, ficou mais “popular” por assim dizer e passou a fazer ações para ampliar a sua base, isso vem ocorrendo nos últimos anos. E numa ação ousada, ela me lança um plano de dados pré- pago, promocional por R$0,50 ao dia. “Yes we can!”

Então é ai que uma revolução silenciosa começa, muitas pessoas, de diversas classes sociais, passam a “adotar” a TIM como sua fornecedora de dados. Pessoas que não podem pagar por plano pós, muito menos as tarifas sem controle dos planos de dados.

Não sei se a TIM pensou que “tomaria” clientes de outras operadoras, mas o que aconteceu foi totalmente surpreendente...

Já é pratica amplamente difundida o uso de múltiplos celulares para aproveitar as promoções ou usar celulares com múltiplos chips, dois, três e até quatro chips no mesmo celular. Mas o que está acontecendo agora é que muitas pessoas estão usando agora dois celulares, um celular básico ou o velho smarphone para voz, e um novo em folha para navegação na internet.

Então vamos a cadeia, a TIM e Claro lançam plano de dados com preços acessíveis, por conseguinte, vendem mais chips e geram mais renda, que amplia a compra de mais smartphones no mercado, gerando uma alta demanda e por causa do volume comercializado ocorre uma queda nos preços para o consumidor.

No final, temos Cliente feliz com seu novo smartphone, operadora feliz, pois tem mais um cliente que não teria de outra forma e lojistas felizes com a venda de smartphones. Mas espera ai, o que mais isso gera?

Demanda por software, mais dinheiro para lojas de aplicativos, por conseguinte para os desenvolvedores. E o ecossistema vai se ampliando. E mais gente usando smartphone, pra navegar, para acessar redes sociais e pra ser mais produtivo seja no trabalho, seja na vida. E a dupla, celular basicão e smartphone bonitão vai se consolidando no mercado Brasileiro.

E você, qual o seu basicão e seu smartphone bonitão? Conte sua história, estamos aqui pra compartilhar.

Rudolfh Bantim

Rudolfh Bantim

Consultor QlikView e Blogueiro de tecnologia.

2 comentários: