BlackBerry playbook

bberry-Tablet_angle_800-660x495

A RIM (Research In Motion) anunciou o PlayBook, o tablet que promete competir com o iPad, especialmente no mercado corporativo.

O tablet foi projetado para oferecer ao usuário tudo que eles precisam. Navegação web, multitarefa e multimídia de alto desempenho. Além de ser uma plataforma promissora para os desenvolvedores.

 

Especificações Técnicas, de que é feito o tablet da RIM

- Processador ARM-Cortex-A9 de dois núcleos com 1 GHz
- 1 GB de memória RAM
- Tela de 7 polegadas (1024 x 600) que suporta vídeos em 1080p, Flash 10.1, HTML 5.
- Tela touch-screen com suporte a multi-toque.
- Dual câmera high definition(Câmera frontal de 3MP, câmera traseira de 5 MP)
- Grava em Full HD (1080p).
- Reprodução de vídeos: 1080p HD Video, H.264, MPEG, DivX, WMV.
- Reprodução de audio: MP3, AAC, WMA.
- Conectores HDMI e USB
- Bluetooth 2.1
- Wi-Fi – 802.11 a/b/g/n.
- Sistema operacional próprio, o BlackBerry Tablet OS, com suporte a multiprocessamento simétrico.
- Não possui 3G integrado.
- Navegador com suporte ao WebKit/HTML-5, Adobe Flash Player 10.1, Adobe Mobile AIR, Adobe Reader, POSIX, OpenGL e Java.
- Pesa 400 gramas e mede 130 X 193 X 10mm.

 

3424635968

O que diferencia o PlayBook do iPad é a compatibilidade com o Adobe Flash Player 10.1 e HTML 5. Além disso, o aparelho vai rodar o sistema operacional móvel QNXs.

Tem integração com os smartphones da BlackBerry, suportando pareamento entre o smartphone e o tablet via conexão segura Bluetooth, permitindo o usuário visualizar e-mails, calendário, tarefas, documentos e outros conteúdos que estão armazenados, ou acessíveis pelo smartphone, na tela do tablet.

E por último, voltado para empresas, o PlayBook é compatível (sem precisar instalar nada) com o BlackBerry Enterprise Server, quando o documento é acessado via Bluetooth pelo tablet (do smartphone) o conteúdo permanecerá no smart, servindo apenas de cópia-cache. Isso permite uma maior segurança com os dados e evita conteúdo duplicado.

A RIM amplia o foco dos desenvolvedores apresentando soluções de publicidade móvel, pagamento, middleware e desenvolvimento de aplicações baseada na web.

Com a plataforma BlackBerry WebWorks, que coexistirá com as ferramentas existentes, os desenvolvedores poderão criar aplicativos rapidamente contando com suporte HTML 5 e CSS.

Ela será aberta às contribuições da comunidade de software livre. O processo de desenvolvimento é acelerado, podendo se dar em dias ou horas, além de facilitar o trabalho como um todo. Na mesma linha, a companhia anunciou um plug-in para MacOS X, retirando barreira para quem desenvolve em Mac.

Ainda para agradar os desenvolvedores a fabricante lançou o BlackBerry Analytics Service. Baseada em tecnologia Webtrends, os criadores de conteúdo, com poucas linhas de código, poderão ter relatórios completos avaliando o uso das aplicações pelos clientes. Isso ajudará a decidir por mudanças e novas propriedades que impactaram no uso dos softwares.

No mercado corporativo, onde a RIM aposta, o objetivo é simplificar ao máximo o desenvolvimento de softwares, além da plataforma estar integrada a outras como Oracle Fusion, SAP/Sybase, IBM WebSphere, etc.

De acordo com a empresa, o tablet deve chegar ao mercado americano no começo de 2011. O preço ainda não foi divulgado.

Confira abaixo o vídeo de lançamento.

 

Viviane Bantim

Rudolfh Bantim

Consultor QlikView e Blogueiro de tecnologia.

0 comentários: