Minha aventura na VII Bienal do livro de Pernambuco

quarta-feira, outubro 14, 2009 , 0 Comments

Eu prometi via twitter, demorei, pra variar, mas estou aqui, no restinho de tempo de almoço para contar como foi conhecer a minha primeira bienal. Bem, as expectativas minhas e da minha esposa eram grandes, se falava em 50% de desconto nos livros com pagamento a vista, em dinheiro. Então rumamos com um amigo nosso ao centro de convenções de pernambuco.

Na chegada já vimos que o fato de ser o penultimo dia antes da final da bienal não afastou os visitantes, pois estava lotado, quase não encontramos um lugar para estacionar. Tivemos que dar a maior volta, mas enfim chegamos na entrada, a primeira vista aquela multidão de gente e de livro, quem me conhece sabe que uma das minhas paixões é a leitura, então livro pra mim é como um tesouro.

Tinhamos um plano, um sistema como disse minha esposa, vamos começar em sentido anti-horario, dar a volta e ir entrando em expiral. Primeiro stand, muito livro, mas os preços, ah, como assim? Mais caro que no shopping? Sem desconto e ainda tinha gente comprando? Vou logo dizendo que a bienal pra mim seria a junção de muito livro e bons preços, visto que hoje em dia você pode comprar livro de casa, então pra você tirar a sua "bunda" da cadeira e ir até o outro lado da cidade, tem que ter algum motivo bemmmmmmmm forte.

Como eu tenho noção de preço de livros não me deixei enganar e seguimos em frente, em frente, mais um pouco, não tem fim? Estava lotado como um formigueiro, bem animado é verdade, mas a forma como os livros estavão dispostos nem sempre facilitava. Então depois de muito andar encontramos o primeiro oases, uma livraria vendendo livros com 30% de desconto, parecia o paraiso, porém os livros não tinham preços, o lugar era fechado e estava lotado, achar um livro especifico era como achar uma agulha no palheiro e pra piorar, pra saber o preço do livro você tinha que enfrentar uma fila lenta.

No final os preços mesmo com desconto não eram muito atraentes. Mas como se procurando sempre acha, minha esposa nos salvou e consegui comprar "um" livro Start up de Jerry Kaplan, foi a salvação da lavoura. Não encontrei muitos livros que queria e no final ficamos mortos. Detalhe para a trilha sonora em alguns stands e para o chocolate em outros que estava excelente.

Ponto negativo seria a praça de alimentação, que apesar de grande e externa ao centro de convênções não inspirava muita confiança e para o preços dos livros, pois apesar de ter muitos livros, inclusive infantis por R$1,00, R$3,00, R$5,00,R$9,00 e R$10,00 os livros "novos" não estavam com preços de bienal. De qualquer forma fica a excelente experiência, gostaria de ter comprado mais livros, mas não tinha o que eu queria então...Até a próxima bienal.

Obs: Na sariava o Start up sai por R$36,00 + frete, acho que R$6,00 foi um bom negocio.

Rudolfh Bantim

Rudolfh Bantim

Consultor QlikView e Blogueiro de tecnologia.

0 comentários: